sábado, janeiro 28, 2023

Lembrar...

«Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém.
A presença de peregrinos judeus vindos da diáspora para a festa da páscoa judaica fazia com que a população de Jerusalém mais do que dobrasse em relação ao número de residentes, e todos consumiam alimentos e bebidas, além de que milhares de animais eram oferecidos em holocausto. E também havia o câmbio de moedas trazidas do exterior com o fito de pagar por aquelas coisas.
Em virtude disso, estabelecia-se um comércio desmesurado em relação ao que normalmente se desenvolvia nas épocas normais da cidade, inclusive, e principalmente em torno do Templo, para onde todos afluíam.
Além disso, os comerciantes e cambistas pagavam taxas aos encarregados do Templo, e talvez houvesse outros tipos de vantagens dadas a eles, do mesmo modo que hoje ocorrem corrupções no setor público.
O resultado era uma incrível algazarra no local sagrado, além da invasão de partes reservadas ao culto, pela ganância dos que somente queriam ganhar dinheiro e, neste afã, não se limitavam aos espaços reservados para suas atividades.
No Templo, encontrou os vendedores de bois, ovelhas e pombas e os cambistas que estavam aí sentados. Fez então um chicote de cordas e expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois; espalhou as moedas e derrubou as mesas dos cambistas. E disse aos que vendiam pombas: “Tirai isto daqui! Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio!”.
Só para lembrar!



E o negócio continua...

Lembrar aos mais incautos que o «bilhete» para assistir ao espectáculo papal custa a módica quantia de 235 euros, no caso de o querer presenciar durante a semana de 1 a 6 de Agosto.
Esta inscrição dá direito a alimentação, alojamento, transportes, seguro e um kit do peregrino.
Mas tal como em certos espectáculos também o do Papa terá descontos!
Quem participa nos eventos no fim de semana, com o Papa paga um valor mais baixo: 125 euros.
Foram também anunciadas outras modalidades para os que pretendam participar na Jornada, com valores que vão dos 50€ aos 255€.
Mas o negócio, em moldes capitalistas vai mais longe.
Tal como no que acontece nos outros espectáculos comerciais e nas campanhas de promoção de vendas se a inscrição fosse feita até 31 de Dezembro haveria lugar a 10% de desconto, e quem o fizer até 15 de Março, terá 5% de desconto.
Melhor e mais completa cópia dos procedimentos capitalistas não podia haver.
Lembrar que existem um total de 20 pacotes diferentes para satisfazer os clientes.
Tudo depende do pacote escolhido que pode incluir a entrada apenas para o fim de semana.
É o negócio, obviamente! 
E nisso a Igreja desde o tempo das indulgências, da Inquisição, do comércio marítimo, da escravatura, das côngruas, das benesses monárquicas e republicanas, dos bancos com capital do Vaticano, da corrupção de núncios e outros signatários de relevo no contexto do clero até aos vendilhões do Templo, que Cristo correu acabando com o negócio, sabe muito bem mercadejar. 
Sem esquecer as célebres «relíquias» que se vendem por esses pátios e adros de igrejas, santuários e demais locais de peregrinação que escapam ao fisco, com saber e mestria.
É fartar!



E a barbárie continua na terra dos selvagens

Mais uma morte bárbara sobre um cidadão negro, perpetrado por polícias.
Um nojo de sociedade. 
E ainda cantam hossanas a esta sociedade?
Imbecis.
Não basta bater com a mão no peito e mostrar-se “indignado” após visualizar os vídeos e apelar às pessoas para que não recorressem à violência para exprimir a sua raiva “justificável”.
NÃO BIDÉ!
Tens que acabar com a hipocrisia que reina nessa sociedade dita «avançada» que não respeita os Direitos das minorias, em especial dos negros.
Acaba de vez com o negócio das armas.
Não tens coragem, és um COVARDE.
Quem paga são os pobres e todas a minorias étnicas.
A corrupção não existe só nos filmes que vendeis como glorificadores da vossa covardia e dos corruptos polícias.
Ela está presente em tudo o que fazeis e como suporte ao slogan do «sonho americano»!
“Nada no mundo é mais perigoso que a verdadeira ignorância e a estupidez conscienciosa.”, disse um dia Martin Luther King.
Duvido que tu e os teus capangas algum dia venham a entender a frase.
Sois demasiado acéfalos.



Ponto de vista

Inicio esta crónica recordando um dos nossos mais importantes escritores do século XX – Aquilino Ribeiro.
Era um cidadão do mundo, mas as raízes da terra nunca lhe largaram os tornozelos, a sua, a nossa Beira Alta que tanto amava.
Escolhi uma obra de Aquilino Ribeiro para situar tudo o que mais à frente direi sobre acontecimentos que se foram sucedendo, aqui pela nossa Guarda.
A obra de Aquilino Ribeiro de que me socorri foi “Quando os Lobos uivam”. Em 1958, Aquilino Ribeiro escreveu a saga dos beirões da Serra de Milhafres, a quem, na década de 40, durante o Estado Novo, foi imposta a perda dos baldios. Em seu lugar, plantariam pinheiros, o que prometia fortuna ao Estado e fome aos que na serra encontravam sustento. Alimentando a metáfora do nosso escritor, viveu-se uma caça aos lobos para incrementar o número de cães.
O desejo do regime era enriquecer os cofres com a transformação das culturas da serra, por muita injustiça que tal empresa arrecadasse, por muito de bom que se perdesse, por muita gente que morresse na defesa das suas vidas com cabeça erguida mas com coluna bem vertical.
Assim situados pela obra de Mestre Aquilino, vamos aos factos da nossa região. Para início de conversa, foi anunciado que a linha da Beira Alta não reabriria no dia 14 de Janeiro, como foi prometido. Vamos ter de esperar pelo menos até Novembro, espera-se e deseja-se que do presente ano. São mais 10 meses à espera da dita reabilitação. Até lá o ministério das infraestruturas, entre derrapagens, indemnizações e milhões na TAP, vai sufocando o país.
Depois, tivemos a inauguração, com pompa e circunstância, de uma nova Unidade Familiar de Saúde designada por Carolina Beatriz Ângelo. À inauguração faltaram elementos do governo. Não se viu nenhum. Nem a ministra da Segurança Social, a tal que tudo faz para aparecer em fotografias de inaugurações, se deu ao trabalho de querer descerrar a placa. Desta inauguração o que mais espanta é que se utilizem as instalações de um Centro de Saúde, já a funcionar, para se abrir uma nova unidade. Porque razão não se instalou a nova Unidade de Saúde num dos vários imóveis públicos que por aí se encontram vazios, nomeadamente nos que foram adquiridos pela autarquia, a maior agência imobiliária do concelho? Estranha-se ou talvez não. Esta nova Unidade de Saúde representa, contudo, uma ténue prova de vida da Unidade Local de Saúde da Guarda. Pelo menos ouvimos João Barranca, o presidente da instituição, dizer que é impossível fechar a única maternidade do distrito. E que tudo está a ser feito para que sejam mitigados eventuais futuros constrangimentos no bloco de partos da maternidade do Sousa Martins.
Pena que se tenha sabido esta semana que há 5 000 cidadãos sem médico de família na área de abrangência da mesma ULS. Só no concelho da Guarda, são 3 000.
No meio de todo este cenário, João Barranca não deu qualquer explicação para o facto de o erário público continuar a ter de suportar o aluguer da outra Unidade de Saúde Familiar, a Ribeirinha, à Santa Casa da Misericórdia.
E não sendo já um assunto seu, também mais ninguém explicou quando é que termina o aluguer, ainda à mesmíssima Santa Casa da Misericórdia da Guarda, das instalações onde precariamente funciona o Conservatório de música.
Esclareça-se que este aluguer é pago na forma de subsídio doado pela Segurança Social à Santa Casa da Misericórdia, com o cabimento de «Apoio a actividades culturais», desconhecendo-se de o mesmo direito se aplica no caso de surgir um qualquer outro projecto concorrencial com o do actual Conservatório!
Outro acontecimento que ocorreu na Guarda e teve honras de presença de ministros, da Economia e da Segurança Social, foi a integração do Hotel Turismo no Grupo Pestana/Pousadas de Portugal. Finalmente, após 12 anos de total abandono e de falsas promessas de venda e leilões falhados, o Hotel Turismo reabrirá lá para 2025.
Diz-se.
E para final, ainda mais uma nova promessa. A Pousada da Juventude vai reabrir. Ao fim de 11 anos encerrada, e pelo meio com promessas de outros destinos, como sede do Comando Distrital da PSP ou residência de estudantes, que não se concretizaram, parece que vai haver novamente Pousada da Juventude. Anuncia-se a abertura para finais de Junho. Esqueceram-se de um pormenor. Não disseram o ano.
Tudo isto, a pequenez da Guarda aliada à situação esquizofrénica em que mergulhou a nossa política nacional, deixa-me uma sensação de mau presságio, uma espécie de pesadelo que se abate sobre a Guarda.
Ontem foram os baldios que determinaram a saga dos beirões.
Hoje são promessas quantas delas transformadas em desilusões que nos querem fazer crer que há um caminho para fugirmos a este destino fatal.
Como já disse mais vezes, muita gente deu para este peditório, através da partidarite local e de outras tristezas. Espero que estejam satisfeitos.
Tenham uma boa semana.



sexta-feira, janeiro 27, 2023

A propósito!

Muito se tem falado dos custos da Expo e das soluções encontradas para despachar certos pavilhões.
Nem vos vou falar das impressoras e das notas falsas.
Outras contas... um dia se me apetecer!
Vamos ao Pavilhão Atlântico!
Custou cerca de 50 Milhões de euros!
E, foi vendido pelo Governo PSD/CDS ao genro do Cavaco por 21,2 Milhões de euros. 
Com apoios declarados ou por declarar de certas empresas geridas por gatunos que depois vieram a ser agraciados pelo mesmíssimo Cavaco.
Lembram-se?
O Notas (Moedas) tem agora Álvaro Covões a colaborar, sem contrato, pro bono (???), para os palcos da Jornada Mundial da Juventude. 
Pro bono??? 
E logo um Álvaro Covões?
É para rir se não fosse demasiado grave!
Aposto que a gestão/concessão do altar-palco irá para o Álvaro Covões, quando terminar a Jornada Mundial da Juventude.
Não se esqueçam do que acabei de escrever!
Depois conversamos!



Referendo? Para quê?

A regionalização está a ser feita por um Costa de forma encapotada!
Deixa-te de tangas.



Extinto que rima com tinto!

Para além do palco e dos outros gastos que vamos pagar à Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana, a vida continua...
Acabou a secretaria da agricultura!
Costa não encontrou ninguém no aparelho que quisesse o cargo.
Vai daí extingui-o.
Com ou sem questionário, foi-se.
Imagino se o Cravinho, o Galamba, o Medina ou outro qualquer cair.
Costa extingue o ministério.
O inútil já disse que não há eleições antecipadas. Agora quer informar-se do que se passa com bispos, patriarcados, freiras e furões.
É o país a trabalhar para um evento que é da responsabilidade, e apenas isso, de uma igreja.
O resto é treta!



Não esquecer!

Podem falar do palco e dos outros gastos com as jornadas.
Mas não se esqueçam da vida miserável que os portugueses vão tendo graças a um Costa e seus camaradinhas!



Quem vai fazer o maior palco para o papa??

Quem é?
O «paulinho» das feiras.
Desde os submarinos até aos contratos com construtores o «paulinho» das feiras tudo fez.
Facturar é o lema do «paulinho»!



Um imbecil a vender banha da cobra

O que contraria um vice da câmara de Lisboa que ontem andou a vender o peixe podre pelas televisões. 
És um imbecil acéfalo.



Ronha

E depois vem um bispo defender a «dama». 
Mas que raio de jogo de xadrez! 
Nunca mais há um xeque à pastor?
Falta de memória?
Demita-se por incapacidade mental.
És um finório mas não enganas alguns portugueses. 
Já te conhecem a ronha!



Um SS da pior espécie.

 As redes sociais estão a denunciar as mentiras, o golpismo, a corrupção, o nepotismo e tudo mais que corrompe o sistema democrático. 
O que um SS e todos os restantes da quadrilha fazem é o crescimento do populismo seja ele de direita como de esquerda!
O direito à indignação e revolta já não vos pertence. Se é que alguma vez vos pertenceu!



Regedores corruptos

As câmaras municipais são antros de corrupção há mais de 40 anos.
Mas quem ainda acredita na corja de corruptos que se governa nas autarquias?



Até onde vai a imbecilidade!

 Novas tabelas da retenção e com erros.
Nojo.
Vergonhoso.
Foi preciso publicarem novas tabelas só que ainda com erros. Entretanto o mês de Janeiro já teve salários ROUBADOS.
Sois uns cretinos, imbecis e uma corja de acéfalos postos nos poisos pela especialidade da casa: A CUNHA!
Quais questionários?
Quais avaliações da competência?
Nojentos!