País purista a prosear bonito, a versejar tão chique e tão pudico, enquanto a língua portuguesa se vai rindo, galhofeira, comigo - Alexandre O'Neil

segunda-feira, Setembro 01, 2014

E depois....

Nada, tudo como dantes, no regimento do Abrantes!

BARDAMERDA E CALADINHOS!!


A justiça já era para todos


Neste país onde o social está a dar as últimas.
Uma corja governa-se e dá governança à privada...
Começou hoje, dia 1 de Setembro de 2014, a MORTE DA JUSTIÇA EM PORTUGAL.
Para além de todas as situações gravosas que o encerramento de tribunais causa, a mais importante será a de impossibilitar milhões de portugueses ao acesso à justiça, pelo facto de não terem dinheiro para pagarem os elevados custos judiciais mas pior, terem de pagar valores exorbitantes de transportes para se deslocarem aos novos tribunais.
Saberá a ministra(?) da justiça que só uma minoria de portugueses têm dinheiro para contratar gabinetes de advogados, como o da dona?
Mas, mais imbecil que tudo isto foi um jornalista, de uma televisão pimba, ter «colocado» à Bastonária da Ordem dos Advogados a questão em termos de derrota pessoal da luta contra a imposição do novo mapa judiciário.
Este jornalismo de carneiros só pode degenerar nisto: acéfalos.
Mandam-nos «piar» o que os poderes querem.
Sabes carneiro, também os escravos serviram de artistas de espectáculo, levado até à morte em muitos dos casos, nos circos romanos.
Um dia também acabaram…os espectáculos, os escravos ainda os há, cada vez mais!
Havia quem não acreditava que tal fosse possível… MAS FOI!
Percebes?

Não, és acéfalo! 

Estas também são ... irregularidades?

Há poucos dias ficou-se a saber que os agiotas cometem por dia 3 irregularidades.
Quem o disse foi o BdP (Banco de Portuga), que tem agora nos quadros o filho do Barroso, pessoa «altamente» credenciada para … desempenhar tais(?) funções… alertar para as «irregularidades»!
Pergunta-se: Estas também são consideradas irregularidades pelo BdP ou serão FdP?
Aguarda-se…

domingo, Agosto 31, 2014

Há muita gente a dormir...


Mas afinal para que servem os deputados, assessores e de mais funcionários dos partidos na Assembleia da República?
A isto chama-se pactuar COM OS ROUBOS!!
Alguém tem de ser chamado à pedra! 
300 mil beneficiários ROUBADOS é muita coisa!
CINCO MESES DE CORTES É DE MAIS.
QUEM PODE?
Afinal quem dorme?
Muita canalha a dormir... não só os reguladores!

É fartar VILANAGEM


Este Sérvulo já entregou o cartão de militante do CDS/PP?
Pois...
Já percebes COCHINO a razão pela qual há uma derrapagem ACENTUADA nas contas públicas?
Pois é… almoços a 1080 euros … é de mais!
ARROTA PELINTRA!
E tu, cochino, também vais aos almoços?
Não a estes dos advogados, a outros …
E, depois queixam-se que não há dinheiro ... 
Pois, fica para outra altura!

sábado, Agosto 30, 2014

Arrependimento ou lugar sem interesse?


O despudor com que uma ministra das finanças, também «ela» envolvida no mistério dos «swaps», em nomear alguém da «confiança» e envolvido no conto do vigário, para gestor, do quer que seja muito menos «fiscalizar as contas das empresas públicas»!
FISCALIZAR O QUÊ??
Pois, entendi...
Razão tinha o outro que nomeou para contabilista o maior gatuno da vila. Assim pelo menos sabia que a haver desfalque e roubo não era de certeza na empresa dele. O ordenado que atribuiu ao gatuno era muito superior aos roubos que tinha perpetrado até aí!
Quem não tem arte e engenho fecha a tasca!
Antes ladrão na casa, do que em casa!  

E....um dia a verdade se saberá!


Um dia, quer queira o «mandão» ou não, a VERDADE vai-se saber!
Ninguém o duvide!
Esta trágico-comédia e TODAS as outras que um ensino superior vai calando a troco de favores, interesses e mordomias PAGAS umas e, ROUBADAS OUTRAS!
TUDO ESCLARECIDO…
Quando o dinheiro começa a faltar, até as vacas comem os silvados!
E como há tantas vacas…
CALADINHOS E BARDAMERDA!
CHEGOU A HORA!
Ouviste Cochino?

sexta-feira, Agosto 29, 2014

As campainhas soaram


Por tudo isto e, em particular pela patética comunicação de uma dama, de nome Maria Luís, lembrei-me deste texto do Miguel Torga:

Como é Difícil Ser Natural

É curioso como é difícil ser natural. Como a gente está sempre pronta a vestir a casaca das ideias, sem a humildade de se mostrar em camisa, na intimidade simples e humana da estupidez ou mesmo da indiferença. Fiz agora um grande esforço para dizer coisas brilhantes da guerra futura, da harmonia dos povos, da próxima crise. E, afinal de contas, era em camisa que eu devia continuar quando a visita chegou. No fundo, não disse nada de novo, não fiquei mais do que sou, não mudei o curso da vida. Fui apenas ridículo. Se não aos olhos do interlocutor, que disse no fim que gostou muito de me ouvir, pelo menos aos meus, o que ainda é mais penoso e mais trágico.

Miguel Torga, in "Diário (1947)"


Mas que novidade


«Há alemães condenados na Alemanha por corromperem pessoas em Portugal no quadro deste contrato de aquisição de submarinos e em Portugal não se sabe quem são os corrompidos», declarou Ana Gomes.
EM TOTAL ACORDO!
Se há corruptores, tem de haver corrompidos.
ONDE ESTÃO?
A POLÍCIA NÃO ACTUA A JUSTIÇA ESCONDE-SE!
COBARDIA!
Qual a razão pela qual não deixam o «cherne», Barroso, ir depor à Comissão Parlamentar?
RESPONDAM.

Uma publicidade bem paga


O que está a «dar», para as televisões do «pimba», é fazer reportagens sobre Angola.
Começou a televisão que já foi do patriarcado, não sei se ainda é da «santa madre igreja católica, apostólica e romana», ou se já é da seita dos «jeovás» ou da Assembleia do templo do Judas Tadeu.
Pouco importa para o caso.
O que se sabe é que despacharam um repórter para Angola do tirano Eduardo dos Santos.
Para quê?
Mostrar só maravilhas!
Esqueceu-se foi de ir aos musseques, às aldeias rurais onde a miséria campeia e onde falta tudo o que a gente da «boa pança» chama de factores de desenvolvimento humano. Para aquela pobre gente chama-se, POBREZA DE TODA A ESPÉCIE.
A reportagem tinha um objectivo claro: VENDER ANGOLA A EMPRESÁRIOS E EM ESPECIAL INCENTIVAR OS DESEMPREGADOS A IREM NA ILUSÃO.
O repórter fez o trabalho pago, e bem pago, de vender uma terra onde o paraíso é o limite.
TUDO, MAS TUDO MAIS FALSO!
Coelho e Portas entraram no negócio dado que, desta forma, impingem a uns portugueses com a corda na garganta, o sonho angolano.
Mas se a televisão «pimba» do padre Marcelo cumpriu a sua missão, eis que agora avança a televisão do Pinto!
Lá anda um repórter a fazer a publicidade para que o chamariz se concretize.
Numa das recentes «reportagens» o destacado vendedor de sonhos abeirou-se de um pescador e pergunta: «o que é que faz falta por aqui?»
Atente-se na forma ardilosa de colocar a questão.
Resposta do pescador: «(…)faltam barcos de pesca».
Ouviram senhores armadores, a quem o Cavaco pagou para destruírem os barcos em Portugal, arrumem os trapos e deixem o «conforto do lar» e partam para Angola. Angola espera-vos! Tragam é euros para investir.
Mais à frente, na zona de Benguela, mais uma «entrada a marrar», do repórter: « Benguela tem muitas crianças e jovens faltam é escolas e casas».
Ora vamos lá senhores dos colégios privados a debandarem para Angola e abrirem escolas…
Aos construtores civis as oportunidades são enormes. 
Venham construir casas… que depois alguém as pagará!
Esta imprensa de sarjeta faz das reportagens NEGÓCIO.
Hoje, informar não é mais possibilitar ao receptor a obtenção da informação (conhecimento). NADA DISSO!
Hoje informação é NEGÓCIO!
Por um lado, faz-se publicidade enganosa ao vender quimeras irrealizáveis!
Por outro, ao falar-se das «maravilhas» de um país em expansão, não se fala dos problemas intestinos do país, onde a «merda» é mais que muita, e onde o autoclismo dos meios da comunicação se encarrega de a mandar pelo cano de esgoto!
Depois, cria-se na mente de alguns portugueses a ideia que o sonho angolano está logo ali, ao virar da esquina, com sol radioso, praias de águas cristalinas, paisagens a perder de vista e, onde só é preciso abanar a árvore, que os kwanzas caem.
Os milhões que a filha do Eduardo dos Santos investiu em Portugal têm de ser recompensados de alguma forma, claro!
Como é possível a comunicação social ter-se transformado naquilo que hoje é?
A era pós capitalista deu nisto, a ditadura da informação ditada pelos negócios do petróleo, diamantes e sangue das populações.

Miserável mundo.  

Uma conversa de «tós» ou de «totós»?


Nas palavras cruzadas «tó» é sinónimo de .... porco!!
Alguma coisa a ver ou a haver?
E os «tótós» ainda vão na conversa da treta?

As trafulhices da corja

Depois de tantas, mas tantas aldrabices sobre agiotagem eis que:



Quem acredita nesta gente?
Uma coisa TODOS sabemos. Quem vai pagar tal «irregularidade», o pobre contribuinte!

quinta-feira, Agosto 28, 2014

Aonde chega o poder dos eunucos


Já se conheciam os milhões, que o esbanjador governo da dita maioria, oferece aos escritórios de advogados, Proença de Carvalho & C.ª, Ângelo Correia & Afilhados, Sílvio Cervan & Primos, Lobo Xavier & Futricas e a outros tantos.
Agora ficou-se a saber que para além dos milhões de euros que os contribuintes pagam pelos «pareceres» desta «seita», ainda os temos a influenciar e a determinar o que os deputados eleitos, repito ELEITOS, podem ouvir ou não ouvir nas comissões parlamentares.
ISTO É O CÚMULO DA ARROGÂNCIA!
Mas quem põe fim a esta promiscuidade entre pode legislativo e escritórios de advogados?
É FARTAR VILANAGEM!

Os que nos ajudam a perceber melhor o mundo

A 28 de Agosto de 1749 nascia em Frankfurt o expoente máximo da cultura alemã, Johann Wolfgang von Goethe.
Goethe deixou-nos obras de um valor literário inigualável, influenciando de forma muito marcada toda a literatura mundial.
Obras como Fausto, Os Sofrimentos do Jovem Werther ou o Aprendiz de Feiticeiro, entre muitas outras, marcaram para sempre a literatura mundial.
Um pensamento de Goethe que nos ajuda a perceber melhor o mundo:
«Nada é mais repugnante que a maioria, pois ela compõe-se de uns poucos antecessores enérgicos; velhacos que se acomodam; de fracos que se assimilam, e da massa que vai atrás de rastros, sem nem de longe saber o que quer».
LEITURA OBRIGATÓRIA!