terça-feira, janeiro 31, 2012

Soma e segue.....

O senhor Sérvulo e o gabinete de advogados continua a facturar em barda.....
A caixa registadora não pára....
Depois da Parque Escolar e outras já aqui contadas....eis mais uma....
SEMPRE A SOMAR

Agora o «feliz» contemplado...a PAGAR ...foi a Estradas de Portugal....
Mas quem põe fim a esta ROUBALHEIRA????

Bonito, bonito .....é ter guito!!!

O Banco de Portugal tem uma quinta em Caneças onde os filhos dos funcionários podem aprender equitação e os próprios trabalhadores da entidade reguladora nacional têm condições para gozar alguns dos seus momentos de lazer.
O local acolhe também sessões de formação bem como reuniões mais restritas da administração e entre esta e os seus directores.
Um ex-administrador do banco confirmou a existência desta quinta e especificou que a mesma tem um picadeiro para utilização dos seus colaboradores e familiares.
Depois do golfe eis que surge um ...picadeiro!!!
Ainda vamos descobrir uma vacaria ......e, provavelmente, um redil.....
Como se sabe o banco recorda que o parecer emitido pelo BCE em Novembro, a pedido da Assembleia da República, refere que o Estado se deve abster de impor restrições de natureza salarial ou outra que retirem ao banco central o seu poder de organização interna ou que afectem a sua capacidade de recrutamento ou de retenção de pessoas com as qualificações profissionais para desempenharem as missões que lhe competem, no âmbito do Sistema Europeu dos Bancos Centrais.
Ou seja, os contribuintes que PAGAM os ordenados desta escumalha não se podem manifestar, nem determinar NADA que ponha em causa a luxúria, os vencimentos e mordomias desta canalha......
Claro, tudo gente de guito....bonito, bonito!!!!

Só boas notícias....senhor Coelho

A taxa de desemprego em Portugal subiu para 13,6 por cento em dezembro de 2011, mais quatro décimas que no mês anterior, e é a terceira pior da zona euro no referido período, divulgou hoje o Eurostat.
Só boas notícias de um governo de acéfalos!!!
A queda livre no abismo...
Continuem a apostar na austeridade que vão longe....bem longe......no fundo!!!

O eterno amor


Já sabe quem é a nova subdirectora-geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano??
Não, não é a «chica» do Zé da burra!!
Não, não é a «cuca» do Mané das bicas!!!
Não, não é a «mamuda da São»!!!
Pois é nada mais, nada menos que a irmã da ministra da «justiça» da dona Teixeira da Cruz, Paula Maria von Hafe Teixeira da Cruz, de nome completo.
A mesma que hoje veio dizer que quer uma auditoria ao ministério da «justiça» dado que segunda a mesma, teriam ocorrido graves irregularidades, nomeadamente, suspeita de crime nas contas!!!
Muito bem senhora dona von Hafe!!!
Já agora quem investiga a permiscuidade com a sua colega de partido (Cds) e de governo????
Que bonito, bonito é ter guito!!!
O que conta é que a «maninha» ja mama e bem!!!
Isso é que importa.
Já agora, a dama esconde quanto pode o apelido «von Hafe»!!!
Na página oficial do governo não aparece.....que se passa????
Algo de especial????
Pois.....
Dona von Hafe a amiga Assunção Cristas saberá, pois acredito que sim...intimidades!!!!
Ou será que as intimidades só ficam pelas bordas da chávena de chá......
Vivam os tachos, pois é dona von Hafe!!!

Mais e mais do mesmo

Mais uma cimeira, dita dos governantes europeus, sem quaisquer resultados de interesse para os graves problemas dos milhões de europeus.
NADA!!!
Um bando de incompetentes, acéfalos e asininos submissos ao poder do capital vão fingindo que estão preocupados e...que vai haver medidas sérias.
Tudo uma ilusão.
Repare-se neste vídeo de um gorduroso texugo que só está no lugar que está devido ao facto de ter servido à mesa uns cafés numa celebérrima cimeira(???) açoriana, onde a mentira das armas de destruição maciça era o tema da guerra.
Este e outros têm as mãos cheias de sangue.....
Como só subiram na vida à custa da mentira caiu-lhes o verniz e a incompetência aí está para desgraça de TODOS nós....
Veja-se o vídeo e digam se descobrem alguma medida para combater o desemprego???
Digam.
22 milhões de euros, ainda não distribuídos e.....NADA!!!
Vazio de ideias e de soluções pela simples razão que não sabem.
ACÉFALOS E BURROS!!!

Contratos dos donos da lei

Aqui ficam alguns dos ajustes directos que se vão fazendo aos gabinetes de advogados que TUDO conhecem...pois foram eles os autores das leis!!!
Sérvulo & Associados – Sociedade de Advogados, RL
GOUVEIA PEREIRA & ASSOCIADOS – Sociedade de Advogados, R.L.
MORAIS LEITÃO, GALVÃO TELES, SOARES DA SILVA; ASSOCIADOS, SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL
JPAB – José Pedro Aguiar-Branco & Associados – Sociedade de Advogados, R.L.

Para além do escritório do actual ministro da defesa, é vergonhoso ver a sociedade de advogados de Sérvulo Correia, que elaborou o Código de Contratação Pública, a explorar todas as brechas que deixou na legislação desastrosa que produziu. Para dificultarem a investigação e safarem o Conselho de Administração da Parque Escolar EPE, queira o contribuinte saber, que já lhes pagámos 350.000€ nos últimos 21 meses (mais de 16.500€/mês)!

Pela Parque Escolar circulou muito milhão dado a ganhar a muito comilão!!!
É fartar vilanagem!!!

Nunca sabem ou...esquecem.

José Lello omitiu conta de €658 mil ao Tribunal Constitucional.
O ex-membro do Governo socialista, José Lello, garante que não conhecia bem a lei e que não sabia o que tinha que declarar.
Ele disse o quê????
Não sei se quer fazer de TODOS nós burros ou asininos????
Ele não sabia o quê???

Memória

25 anos sem Zeca Afonso e 30 sem Adriano de Oliveira.



Que bom que é.......


Ajuste directo: Autor da lei já recebeu 7,5 milhões de euros por 157 contratos.
Advogado Sérvulo Correia, autor do Código dos Contratos Públicos, vai defender a Parque Escolar num caso de ajuste directo chumbado pelo TC (Tribunal de Contas).
Ora, os autores da lei sabem como ninguém as esquinas, os alçapões e as arcas para se esconderem......
A mentora do Código dos Contratos Públicos, aprovado em 2008 e que regula os ajustes directos feitos pelo Estado, é também uma das principais beneficiadas: a sociedade de advogados Sérvulo & Associados já recebeu 7,5 milhões de euros, por 157 contratos de ajustes directos.
As áreas da educação, águas, obras públicas e comunicação social são as que mais contratam a sociedade de advogados. Parque Escolar (quatro contratos), RTP (sete contratos), Estradas de Portugal (cinco contratos), Instituto dos Registos e do Notariado (sete contratos) e Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (oito contratos) são os principais clientes.
O contrato mais elevado já obtido por aquele escritório (que não é o único a usufruir dos ajustes directos) foi com o Banco de Portugal (BdP), que pagou 650 mil euros em Fevereiro de 2011 por assessoria jurídica.
Parque Escolar Um dos mais recentes ajustes directos de que Sérvulo Correia é adjudicatário é deste mês e o adjudicante é a Parque Escolar, no valor de 20 mil euros. A sociedade foi contratada para defender a empresa num caso de ajuste directo chumbado pelo Tribunal de Contras (TC). Em causa está o contrato de obras na Escola Secundária Passos Manuel, em Lisboa, executado pela Mota-Engil. O TC chumbou aquele contrato, no valor de 1,1 milhões de euros, considerando-o “nulo”. Entre várias ilegalidades apontadas está o facto de o ajuste directo ter sido feito já depois da obra estar concluída e também por o contrato não ter sido sujeito à fiscalização prévia do TC.
Já percebeu como se GASTAM os impostos que nos IMPÕEM???
GATUNOS.....

O homem bomba


Não se pense que o «Orçamento» que um zombie de nome Gaspar gizou, era para se cumprir...
Nada disso....
Só um acéfalo acreditaria que uma diminuição drástica na despesa, com cortes loucos nos vencimentos, subsídios de natal, aumentos loucos de IVA, etc....iriam continua a gerar as mesmas receitas....
Só um asinino, troglodita acreditaria em tamanha patranha.
Só um «golpe» digno de um Escobar conseguiria reduzir em 3% o deficit à custa do Fundo de Pensões da Banca....agradecidos os senhores da banca que se viram livres de tal empecilho...
Só que em 2012 o «orçamento» da mercearia do Gaspar ainda foi pior...
Mais e mais do mesmo....impostos, cortes nos subsídios, reduz a despesa mas....esquecendo-se que tudo isto provoca recessão, miséria ...logo baixa de receitas...é dos livros....
Não percebe, não quer perceber....ou então a folha do livro da receita que leu para a crise tinha a página rasgada....logo nas consequências....
E, como tal, já vem a caminho um «orçamento» rectificativo.....
Nem um mês «durou»....
Em Março já vai este país andar com as mãos na cabeça, com mais medidas de austeridade a serem decretadas como inevitáveis, um novo financiamento da Troika na ordem do dia e a economia a implodir assim como as receitas do Estado.
Este Orçamento de Estado para 2012 não é um Orçamento, é um embuste....
O controlador financeiro a nomear pela Merkel chegará, ao aeroporto da Portela, por alturas do Abril au Portugal.... e perguntará de seguida quem é o zombie do Gaspar que vende também leques aos chineses?

Obra do regime do Sócrates

A obra do regime do Sócrates continua...a dar milhões a muitos.
Falamos da Parque Escolar EPE (PE), a mais das gastadoras obras do regime socretino.
A auditoria de 2010 do Tribunal de Contas à PE misteriosamente DESAPARECEU...
Ninguém sabe onde mora...eheheheh!!!
A auditoria da Inspecção-Geral de Finanças de 2011 também está em parte incerta.....
Isto só mesmo para rir!!!
Entretanto, e ao contrário do que um Crato, o prior, tem dito a PE continua a adjudicar...vá-se lá perceber a contradição...eheheheheh!!!
Eis que, face a tanta e tanta trapalhada surge um chumbo (o único que se conhece) de um contrato  da PE...e a Mota Engil:
Tribunal de Contas chumba ajuste directo de 1,1 milhões da Parque Escolar28.01.2012 – 14:30 Por Clara Viana
O Tribunal de Contas chumbou um contrato de 1,1 milhões de euros que foi celebrado, em Janeiro de 2011, pela empresa pública Parque Escolar com a construtora Mota-Engil.
O contrato, respeitante a obras na escola básica e secundária Passos Manuel, em Lisboa, foi entregue por ajuste directo, ou seja, sem realização de concurso, e celebrado mais de um ano depois da conclusão das obras a que dizia respeito.
Deste modo também foi enviado para efeitos de fiscalização prévia já muito depois da empreitada estar concluída. A fiscalização prévia de contratos pelo Tribunal de Contas (TC), de que resulta a concessão ou não do seu visto, destina-se a verificar a legalidade destes. No caso do contrato que a Parque Escolar celebrou a 31 Janeiro de 2011 com a Mota-Engil, o TC detectou ilegalidades no que respeita à adopção do procedimento por ajuste directo que determinam a sua “nulidade”, sendo esse o fundamento da recusa de visto.
Esta recusa implica o não pagamento contrato ou, caso já tenha sido ou venha a ser processado, a responsabilização financeira de quem o autorizou. O acórdão da 1.ª secção do Tribunal de Contas data de Junho passado e já transitou em julgado. A empresa não recorreu. Até agora foi o único em que se recusou um visto a contratos apresentados pela Parque Escolar, confirmou ontem ao PÚBLICO a assessoria de imprensa do TC.
O TC iniciou em Abril de 2010 uma auditoria à Parque Escolar para apurar se esta tem cumprido as regras da contratação pública. Não são ainda conhecidos resultados. A pedido do actual Governo também está a ser investigada pela Inspecção-Geral de Finanças. A Parque Escolar foi criada em 2007 para gerir a modernização das escolas secundárias com um investimento superior a 2 mil milhões de euros.
No acórdão de Junho passado, os juízes da 1.ª secção do TC sustentam que o procedimento de ajuste directo “foi ilegalmente adoptado” pela empresa Parque Escolar. O tribunal lembra que o valor do contrato celebrado obrigava à realização de um concurso público já que a lei só permite ajustes directos para valores inferiores a um milhão de euros.
Excepção rejeitada
Existe uma excepção, que foi evocada pela empresa, na justificação que apresentou ao TC, mas que o tribunal recusou liminarmente. Independentemente dos valores, o ajuste directo pode ser permitido por “motivos de urgência imperiosa resultante de acontecimentos imprevisíveis pela entidade adjudicante”. No contrato descreve-se que este se destinava “à execução dos trabalhos decorrentes da existência de um caneiro não cadastrado, na zona do novo pavilhão desportivo da escola secundária Passos Manuel”. O tribunal descreve que a Parque Escolar indicou que se tratava de uma situação de urgência imperiosa provocada por acontecimentos imprevisíveis por causa “do súbito aparecimento do caneiro durante as obras” do novo pavilhão
Ora, segundo o TC, nem a situação era de urgência imperiosa, “por não se evidenciar qualquer caso de risco iminente de dano irreparável”, nem se registaram acontecimentos imprevisíveis e nem sequer era possível falar de um caneiro não cadastrado já que a existência desse canal de escoamento de águas era conhecida “há muito”, estando aliás a sua descrição patente num relatório de uma inspecção vídeo robotizada, elaborado em Dezembro de 2008.
Sendo assim, argumenta o TC, não existiu “o fundamento invocado para a adopção do ajuste directo”, tendo sido a sua utilização ilegal. Assim, acrescenta-se no acórdão, por força dos Códigos do Procedimento Administrativo e dos Contratos Públicos, “a ausência de concurso, quando obrigatório, implica a falta de um elemento essencial da adjudicação, o que determina a respectiva nulidade” que, por seu turno, “origina a nulidade do contrato”.
Negócio nulo
Por outro lado, acusa o TC, a empresa celebrou um contrato “com vista a executar uma empreitada cujas obras já estavam concluídas e sem que houvesse quaisquer outras obras a realizar no seu âmbito”. Estes trabalhos iniciaram-se em Novembro de 2009 e terminaram em Janeiro de 2010. O contrato para a sua realização foi celebrado a 31 de Janeiro de 2011. O tribunal lembra que, nos termos do Código Civil, esta situação “tipifica um negócio jurídico com um objecto fisicamente impossível” e que tal facto torna esse negócio “nulo”.O Tribunal de Contas considerou também que o facto do contrato ter sido celebrado depois das obras concluídas “consubstancia uma situação que deve ter, ainda, um outro apuramento jurídico. Indica ainda que “carecem de ser“apuradas em processo próprio” as circunstâncias que levaram à celebração deste contrato e também “as relacionadas com a sua remessa” ao TC um vez que “se indica terem sido praticadas infracções” que podem ser punida por multas que vão de 500 a cerca de 20 mil euros.
Por cá, na Guarda, a obra do regime socretino está ali na escola secundária com 3.º ciclo de Afonso de Albuquerque continua a bom ritmo....devagar, parada....
Como interessa....
Quando será colocado fim à obra???
Dia de são nunca primo rico da senhora do coito!!!

segunda-feira, janeiro 30, 2012

O regedor

Ultimamente têm aparecido, na comunicação social, notícias deveras interessantes, no que ao distrito dizem respeito.
A última, veiculada pelo insuspeito Correio da Manhã, veio dizer que havia umas quantas câmaras do distrito, a serem investigadas pela Polícia Judiciária (PJ).....notícia que, espanto dos espantos, veio a ser confirmada pelo director da PJ de Coimbra.
Espanto dos espantos....
Então é assim que se quer validar uma investigação séria???
É que colocar na praça pública o nome de autarquias imaculadas e o bom nome dos autarcas é grave, muito grave.
Depois, com o nome das autarquias veio de imediato associado o nome de uma empresa de construção civil, cuja sede social até já se mudou do distrito da Guarda para Coimbra.
Ora vejam lá, não se faz...que desplante!!!.
Sinceramente mais cuidado com a forma como se fazem as coisas e...principalmente se dizem....
Então essa de insinuarem que as investigações têm por base empreitadas que foram pagas, mas que nunca foram concretizadas, nomeadamente, escolas....numa época em que se encerram tantas, não faz sentido nenhum...tudo mentira!!!
Podia lá ser verdade???
Ora valha-nos a senhora do coito!!!
Devassa da coisa pública e, pior, muito pior dar mau nome a tantos autarcas que com o seu esforço vão gerindo os negócios dos seus concelhos, com afinco, zelo e inestimável desinteresse pelos bens materiais e imateriais, numa verdadeira cruzada contra os ventos e marés da desgraça.
É uma falta de pudor pelos préstimos colocados ao serviço das populações e, por quem tanto se sacrifica pelo seu desenvolvimento.
Por fim, ao senhor director da PJ fica a recomendação de um dia vir até terras de Bandarra, dos Montes Hermínios e das Cinco Quinas e, in loco verificar tudo, consultar todos os arquivos e, no final de tão árdua e difícil tarefa sentar-se à mesa com os autarcas em questão e comer o queijo, presunto e chouriço da região, acompanhado com o belo vinho da cepa de um dos autarcas que, sem quaisquer dúvidas presenteará Vossa Senhoria com tal oferta, para retemperar forças e aconchegar o estômago.
Fica o convite, decerto subscrito e assinado por todos os autarcas, visados e por visar.
A Bem da Nação, senhor Director, com a devida vénia. 

Mais e mais do mesmo

Os juros da dívida pública portuguesa batem recordes atrás de recordes.
Hoje mais um a 5 e 10 anos!!!
O Financial Times diz que Portugal devia começar JÁ a pedir novo empréstimo!!!!
Mas afinal quando é que alguém com juízo faz crer a estes acéfalos que nos governam que a austeridade só vai fazer com que o país se afunde bem mais rápido que o Titanic??? Já nem é como o Costa Concordia...fundo, bem fundo!!!

Insistindo na recomendação...

Cautela:
Um grupo organizado está a enviar pelo correio uma carta com papel timbrado da TV CABO, onde consta que a empresa está a modernizar a sua tecnologia e que será necessária a substituição de equipamentos dentro da casa do assinante.
Eles dão o número do telefone de um colaborador, por intermédio do qual deve ser feita a marcação para a realização do serviço.
Ou seja, se o assinante não conhece o golpe e não telefona para a TV CABO para saber se isto é verdade, o golpe (assalto) é praticado com hora marcada.
As próprias vítimas marcam o dia em que as suas casas podem ser assaltadas!!!
Sugiro que passem esta mensagem aos vossos amigos, tenham eles TV CABO ou outro qualquer serviço de TV por assinatura, para que eles, também, passem esta informação de interesse.
Cuidem-se, é que há carteiristas a «bordo»!!!

Abriu a «caça»

Dirigentes da Águas de Portugal custam 8 milhões/ano!!!
Inicia-se esta semana a «CAÇA» aos mais de 400 lugares em aberto nos órgãos sociais do gigante que é o grupo Águas de Portugal, com a realização da assembleia geral da holding.
A administração já é conhecida, com a inclusão dos autarcas Manuel Frexes (Fundão) e Álvaro Castello-Branco (do Porto), e será a esta que caberá nomear os novos administradores das empresas gestoras dos sistemas multimunicipais.
Das 32 empresas cujos relatórios e contas estão disponíveis, são 374 os lugares dirigentes e, entre remunerações e outras prestações acessórias, como carro, combustível, etc., em causa estão 8,3 milhões de euros por ano.
Mas se tivermos em conta que as assembleias gerais têm, em regra, três elementos e se calcularmos uma média de cinco administradores por cada uma das outras oito empresas, o total é de 438 lugares.
Só estes «boys and girls»!!!
E os outros???
A isto chama-se ROUBO!!!!

Os «ímpares»

Uma sala de reuniões a custar 49 mil euros?????
Enquanto, há crianças a passar fome nas escolas portuguesas, com os pais a reclamarem da quantidade e qualidade das refeições servidas aos alunos.
QUE PAÍS É ESTE??????
HAJA VERGONHA!!!

O roubo

Redes chinesas levam todo o cobre roubado!!! 500 toneladas de cobre roubadas em 2011.
Destino privilegiado é a China.
Uns chineses ROUBAM-NOS A EDP e depois irá a REN......
Outros ROUBAM O COBRE....
Afinal quem ROUBA A QUEM????
Só nós, os portugueses, ficamos a ver os navios.....

O bem servir........

O «senhor bispo de Viseu», na versão do Eça, ou seja, o bispo da Guarda, volta a estar na «berlinda» pelos piores motivos.....
É que, quando a «missão» de pastor, de almas, entenda-se, não se compatibiliza com a de entidade patronal as «coisas» complicam-se ...e de que forma....
Recentemente, como aqui já o escrevemos, o «senhor bispo de Viseu» veio assumir a posição de patrão do cajado e, vai de dar umas verdascadas, nos trabalhadores da misericórdia da Covilhã como sendo eles os culpados na situação financeira da instituição....
Brilhante senhor bispo...zelando pelo «seu» vil metal...à moda de um patrão crente nas posturas capitalistas do lucro e da exploração do homem pelo homem.
Humanismo puro, doutrinal e emanado da enciclíca «RERUM NOVARUM» DO PAPA LEÃO XIII SOBRE A CONDIÇÃO DOS OPERÁRIOS!!!
Outros tempos em que a Igreja era a voz dos oprimidos e explorados, dos que não tinham voz....
Mas, em frente.....agora, passado o sermão aos tubarões, «o senhor bispo de Viseu» foi chamado, por um grupo de habitantes de Vale de Espinho, localidade ali para os lados do Sabugal, a pronunciar-se sobre situações pouco, NADA, consentâneas com a missão caridosa, assistencial e benemérita da santa madre Igreja, no lar da localidade.
Tudo se resume, a tratamentos, NADA humanos, prestados aos utentes de um lar, e ao aumento arbitrário das mensalidades na instituição, da jurisprudência e dependência administrativa da «família» católica apostólica romana, logo na dependência directa do senhor bispo da Guarda.
Recebidas as queixas, o senhor bispo...de «Viseu», à boa maneira de Pilatos, lavou as mãos e...entregou o caso a um diácono inferior...para que resolvesse o problema....
E resolveu....FICANDO TUDO NA MESMA....
Refira-se que o senhor bispo não se dignou receber os queixosos mas, enviou uma «cartinha» onde conclui que: «o acolhimento que é feito aos visitadores dos utentes tem sido bom, dentro da ordem que é preciso garantir para o correcto funcionamento da instituição e, que há necessidade de manter a sustentabilidade do lar.»...
A sustentabilidade para o senhor bispo passa pelo aumento das mensalidades contra o que está superiormente determinado.
QUERO, POSSO E MANDO.....
Para além da forma expedita e cristã como o assunto foi tratado e ...resolvido, há no entanto aqui uma questão de FUNDO bem mais grave que as questões misericordiosas, beneditinas ou o que lhe quiserem chamar....
TUDO ISTO É PAGO POR TODOS NÓS.....
O QUE TEM A DIZER A SEGURANÇA SOCIAL de um ministro «lambreta», que passa os dias a guiar mota???
Se fosse uma instituição pública não faltariam as críticas, de que tudo o que é público não presta, não resolve os problemas mas, o assistencialismo da misericordiosa santa madre igreja resolve, não é verdade??? 
Pelo exemplo junto.......

Os contribuintes que paguem

Já não chegavam os cortes nos vencimentos, nos subsídios, nos apoios sociais, no aumento do IMI, do IVA e tantos outros impostos, nas portagens, nos serviços públicos eis que uma câmara dita socialista, vem, exactamente, fazer o mesmo...penalizar os cidadãos....
Como???
A câmara municipal da Guarda, de executivo socialista (??) vai aumentar as zonas de estacionamento PAGAS e, não satisfeito com a medida «brilhante», assaz resultante de horas, dias e noites de meditação dados os cálculos que envolveu, eis que vai de «solicitar à PSP (Polícia de Segurança Pública) MAIOR FISCALIZAÇÃO sobre os estacionamentos....
Isto no mínimo chama-se DELAÇÃO!!!
Cada carro mal estacionado e que a PSP tenha multado e chamado o reboque para o transportar custa, NA HORA, ao seu proprietário mais de 130 euros (CENTRO E TRINTA EUROS)!!!!
Isso mesmo...quanto ganha a câmara com o «negócio»???
Já todos sabemos, que as multas de trânsito dispararam no último ano, neste nosso país..... 
A câmara da Guarda quer estar sempre na vanguarda (esta fica aqui muito bem, ehehehe!!!) pelos piores motivos....coisas!!!! 
Em vez de se preocupar com a segurança de pessoas e bens eis que os «iluminados» se lembram de recorrer a meios expeditos, para ROUBAREM mais uns quantos euros aos cidadãos.
Todos sabemos a situação CAÓTICA que em termos financeiros vive a câmara da Guarda......
Mas, roubarem-nos mais e mais os poucos euros que nos restam do assalto nacional à carteira dos portugueses é de MAIS.....
Depois se houvesse transportes públicos dignos e condignos ainda se poderia encontrar uma justificação.
SÓ QUE NÃO HÁ TRANSPORTES PÚBLICOS QUE LIGUEM OS VÁRIOS BAIRROS, FREGUESIAS E A CIDADE!!!
NÃO HÁ!!!
Quem quiser tem que utilizar os transportes próprios, se os tiver!!!!
Mas. a juntar a tudo isto, anuncia-se com todo o provincianismo bacoco e parolo, a construção, mais um, de um parque de estacionamento subterrâneo...os que existem estão desaproveitados....quer os públicos quer os privados!!!
PARCERIA público/privada....à boa maneira «socretina»....para gáudio dos privados....
Fala-se numa concessão, imagine-se, de 50 ANOS de direito sobre o subsolo e de 30 anos, renovável por igual período, mais uma vez, o que equivale a 60 anos, sobre a concessão e exploração do espaço e área envolvente.
Ou seja, mais uma vez e, sempre tendo como mentor ideólogo a política «socretina» cá temos, mais um projecto que COMPROMETE e de que forma o futura das gerações vindouras.
A receita do costume para problemas velhos.....
Há soluções bem mais baratas e que não comprometem o futuro quer ao nível financeiro quer dos recursos urbanísticos e paisagísticos.
Haja imaginação e menos interesses......
Em breve voltaremos ao assunto.

domingo, janeiro 29, 2012

Ajustes, para que vos quero!!!!

Decididamente os ajustes directos entraram na «moda» consumista dos arrendatários da coisa pública.
Até o Banco de Portugal....

O Banco de Portugal «fez um ajuste directo» para a compra de, passo a citar, “Equipamento para golfe” no valor de 5 115,70€.
Não se pode cortar no 13.º e 14.º mês pela simples razão que o Banco de «Portugal» (bdp) não é uma instituição de funcionários públicos, que a lei não permite, disse uma gestora sexagenéria do bdp.
Mas para adquirir equipamento de golf em valor superior a CINCO MIL EUROS já é uma instituição de quê???
Lazer???
Desportiva??
Ou de gente fina que vai para gestora daquela «coisa» só para ter uma reforma dourada???
O que todo o país sabe é que, tal como nos países do 8.º mundo, o governador ganha mais que o presidente da reserva norteamericana e, tal como o outro DORME!!!
Agora vai fazer exercício físico com a sexagenária.....taco e buraco não falta!!!

Mais e mais do mesmo

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA
Gabinete da Ministra
— Nos termos do disposto no n.º 3 do artigo 2.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de julho, nomeio o licenciado Ricardo José Galo Negrão dos Santos, para realizar estudos, trabalhos e prestar conselho técnico ao meu Gabinete no âmbito da área da informática e das novas tecnologias pelo período de um ano, renovável automática e tacitamente por iguais períodos, podendo a presente nomeação ser revogada a todo o tempo.
Ao nomeado é atribuída a remuneração mensal correspondente € 3 892,82, acrescida dos subsídios de férias e de Natal de igual montante, subsídio de refeição, bem como das despesas de representação fixadas para os adjuntos dos gabinetes dos membros do Governo.
O presente despacho produz efeitos a 1 de janeiro de 2012.
19 de janeiro de 2012. — A Ministra da Justiça, Paula Maria von Hafe Teixeira da Cruz.
Ou seja, cá está mais um caso de subsídio de féria e de Natal a serem pagos.
Mas, que faz um Tribunal de Contas? Um Procurador Geral da República ou o Provedor da Justiça??
Mas há lei, ou ninguém come???
Outro pequeno pormenor, mas que ajuda a esclarecer umas coisas.....
A ministra tem ascendência alemã????
Pois...já tinha percebido!!!

Simplesmente fabuloso!!!!

sábado, janeiro 28, 2012

Embaraço do Relvas

Silva Carvalho o «espião» que veio do SIED para a ONGOING parece que foi o autor do programa, do PSD, para a espionagem portuguesa!!!
Mas quem duvidava???
Coelho também mandou calar as hostes....veja-se o incómodo que a pergunta causou ao Relvas....
Engoliu e calou.
Depois, respondeu por escrito à Lusa.....a dizer NADA e coisa nenhuma.
Ou seja, tudo esclarecido.

Aqui quem manda é o «chefe»

Passos pediu silêncio ao PSD sobre as declarações de Cavaco.
Coelho não quer que o PSD se envolva na polémica em torno das declarações do Presidente da República (PR) sobre as suas pensões e deu instruções bem claras nesse sentido na reunião da Comissão Política, na terça-feira.
Quem manda é o chefe, e CALOU!!!
E, eles calaram......
Lindos menin@s, agora podem ir comer as hóstias do tio Marcelo.....

A autoridade

A autoridade e o respeito
Nos regimes autoritários nada se pode questionar, muito menos a autoridade.
«O pai é a autoridade na família.
Os filhos são obrigados a ter-lhe amor, respeito e obediência.
O professor é a autoridade na escola.
Todos os meninos devem obedecer às suas ordens e estar com atenção às suas lições.
É Deus quem nos manda respeitar os superiores e obedecer às autoridades.»
Deus, Pátria e família, a trilogia da autoridade.
Uns quantos bacocos já sonham com o regresso da trilogia.

Ontem e hoje

A propósito do assistencialismo social tão em voga neste governo do Coelho e, tão espalhado pelo ministro lambreta, nas instituições da caridade deste nosso País, lembrei-me deste texto:
«A Cantina escolar
- Gostei tanto de ir à escola, minha mãe! A senhora professora estava muito contente, porque inaugurou uma cantina, onde os meninos pobres podem almoçar de graça. Se visse, Mãezinha! As mesas muito asseadas, os pratos branquinhos, jarras floridas e tudo tão alegre!
A sopa cheirava que era um regalo, e todos nós estávamos satisfeitos, ao ver os pobrezinhos matar a fome.
O filho do carpinteiro, a quem às vezes dava da minha merenda, de vez em quando ria-se para nós, como que a dizer:
- Está óptima a sopinha!
Perguntei à senhora professora, quem tinha feito tanto bem à nossa escola e ela respondeu-me:
- Fopi o Estado Novo, que gosta muito das crianças e para elas tem mandado fazer escolas e cantinas, creches e parques. Mas as famílias que possam também devem ajudar. Não te esqueças de o dizer à tua mãe».
Esta a cartilha que mandavam ler às crianças.
O Estado Novo, as famílias que podem devem ajudar...os pobrezinhos!!!
Esta é a mesma lengalenga de um governo do Coelho...os pobres, que já somos todos, que devem ser ajudados pela caridade!!!
Só faltam mesmo os restos...e a comunicação social de sarjeta a registar o acontecimento.
A caridade bacoca e parola.
Os pulhas não sabem nem sonham que as pessoas têm DIREITOS!!!!
Direito dignos de seres humanos e não a caridade!!!

Fernão Mendes Pinto

Somos um povo de saltadores/poetas.
O salto/assalto é a nossa vocação.
De salto passámos as barreiras, as metas
Que vão desde as Berlengas, para além de Ceilão.
De salto vencemos Cabos,
Ultrapassámos Esperanças.
De salto perdemos Montes Pirinéus
E o alto mar!
De salto conquistámos Franças e Araganças
E enfrentámos Deus
Com as mãos a abanar.
Foi o salto, o assalto,
Foi a estrada, o asfalto,
O carreiro, o mar alto
Que nos abriu a porta;
Foi o filho, foi a fome,
A mulher, o renome,
A vaidade dum "home";
Foi a nossa avó torta
Que não tinha na horta
Caldo para nos dar.
Foi o mar... Foi o mar...
Ai a cruz das caravelas,
Cruz da Stª. Inquisição,
Ai a cruz do Tormentório
Da pimenta e Mazagão.
Ai a cruz que nos puseram
Sexta-feira de paixão.
Ai a cruz que arrastamos
Mundo fora: este Calvário,
Sem Cirinéu nem sudário,
Que a ela nos deite a mão.
Ai a cruz! ai maldição!
Porque a terra nos negou
Um canto de amor e pão,
Eternamente metidos
Nesta vã "peregrinação"
Sempre atrás do vil metal,
Eu, Fernão Mendes Pinto,
Cheirando ao bagaço e ao tinto,
Eu é que sou
Portugal!

A bola de cristal

Quem foi que disse que, meia-hora na televisão é como ter 15 deputados na Assmbleia da república?
Foi o putativo dono de Gaia, o senhor Luís Filipe Menezes.
Agora se percebe a «oportunidade» de um Crespo convidar os ministros do governo do Coelho, ou então os esqueletos do Psd e Cds....

sexta-feira, janeiro 27, 2012

Mais e mais do mesmo

Onde está a austeridade e transparência prometida(???) pelo Primeiro Ministro Passos Coelho?
Afinal Portugal não parece estar falido... com motoristas pagos a preço d'Ouro!
A ROUBALHEIRA CONTINUA......
Pior, os sacrifícios anunciados por um Coelho, como sendo para TODOS, afinal tem excepções.....
VERGONHOSO SEUS PULHAS...
Vejam só esta:
O Relvas, o tal super ministro e conselheiro pessoal do Coelho contratou um motorita.
Até aqui «tudo parece normal»...
Só que, o motorista de Relvas recebe € 73.446,00!!!


Já parece ANORMAL!!!
O Ministro Miguel Relvas precisa de viajar e, pelos vistos muito....e, como não lhe bastava os 3 motoristas cedidos pela Secretaria Geral do Ministério dos Assuntos Parlamentares, logo decidiu contratar, por Ajuste Directo, um novo motorista por € 73.446,00!!!
E de onde vem o «motorista» especial?
DAQUI: 
Despacho (extracto) n.º 6812/2010

Por despacho de 29 de Março de 2010 do presidente do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata: Alexandre José Pinheiro Meireles — exonerado, a seu pedido, nos termos do n.º 6 do artigo 46.º da Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República, republicada pela Lei n.º 28/2003, de 30 de Julho, da categoria de motorista do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, com efeitos a partir do dia 29 de Março de 2010. 12 de Abril de 2010. — A Secretária -Geral, Adelina Sá Carvalho.
Ou seja, o dito motorista deixou de ser motorista do PSD, na Assembleia da República e «passa»
 a motorista do senhor Relvas, pela módica quantia de €73 446,00!!!!
Que é pago não pelo senhor Relvas mas pelos contribuintes portugueses.
Tudo isto quando se cortam nos vencimentos dos portugueses, nas reformas, se aumentam os impostos e tudo o resto que todos já sabemos...
SÓ QUE MAIS UMA VEZ OS SACRIFÍCIOS NÃO SÃO PARA TODOS!!!!
Falta saber se o dito «motorista» receberá 12 ou 14 meses por ano???
Pois...
Curiosamente esta nomeação encoberta não consta da página das nomeações do Governo.
CURIOSAMENTE!!!!
Porém, o Sr. Alexandre Meireles não é o único que não consta da página das nomeações do Governo.
Vejamos o caso do Rui: O Rui Jorge que vai ganhar € 5.000,00 em dois meses:


:
Olhemos o caso da Rita:
A Rita que vai ganhar um pouco mais que o Rui, 3.750,00€ em 66 dias:

Mais uma vez, curiosamente, não constam da página de transparência do Governo! Transparência?
ROUBO DIGO EU!!!!
Ou será que estes lugares também são dos de «confiança política»???
Motorista????
Pois.....

Operário em construção

Na última década, pelo menos 1633 pessoas morreram em trabalho.
Ontem, naquela famigerada e brutal barragem do Tua morreram mais 3 operários.
Só me lembro, neste momento, do poema do Vinicius de Morais.
Operário em construção!!!

(...)
E foi assim que o operário
Do edifício em construção
Que sempre dizia sim
Começou a dizer não.
E aprendeu a notar coisas
A que não dava atenção:

Notou que sua marmita
Era o prato do patrão
Que sua cerveja preta
Era o uísque do patrão
Que seu macacão de zuarte
Era o terno do patrão
Que o casebre onde morava
Era a mansão do patrão
Que seus dois pés andarilhos
Eram as rodas do patrão
Que a dureza do seu dia
Era a noite do patrão
Que sua imensa fadiga
Era amiga do patrão.

E o operário disse: Não!
E o operário fez-se forte
Na sua resolução.

Como era de se esperar
As bocas da delação
Começaram a dizer coisas
Aos ouvidos do patrão.
Mas o patrão não queria
Nenhuma preocupação
- "Convençam-no" do contrário -
Disse ele sobre o operário
E ao dizer isso sorria.

Dia seguinte, o operário
Ao sair da construção
Viu-se súbito cercado
Dos homens da delação
E sofreu, por destinado
Sua primeira agressão.
Teve seu rosto cuspido
Teve seu braço quebrado
Mas quando foi perguntado
O operário disse: Não!

Em vão sofrera o operário
Sua primeira agressão
Muitas outras se seguiram
Muitas outras seguirão.
Porém, por imprescindível
Ao edifício em construção
Seu trabalho prosseguia
E todo o seu sofrimento
Misturava-se ao cimento
Da construção que crescia.

Sentindo que a violência
Não dobraria o operário
Um dia tentou o patrão
Dobrá-lo de modo vário.
De sorte que o foi levando
Ao alto da construção
E num momento de tempo
Mostrou-lhe toda a região
E apontando-a ao operário
Fez-lhe esta declaração:
- Dar-te-ei todo esse poder
E a sua satisfação
Porque a mim me foi entregue
E dou-o a quem bem quiser.
Dou-te tempo de lazer
Dou-te tempo de mulher.
Portanto, tudo o que vês
Será teu se me adorares
E, ainda mais, se abandonares
O que te faz dizer não.

Disse, e fitou o operário
Que olhava e que refletia
Mas o que via o operário
O patrão nunca veria.
O operário via as casas
E dentro das estruturas
Via coisas, objetos
Produtos, manufaturas.
Via tudo o que fazia
O lucro do seu patrão
E em cada coisa que via
Misteriosamente havia
A marca de sua mão.
E o operário disse: Não!

- Loucura! - gritou o patrão
Não vês o que te dou eu?
- Mentira! - disse o operário
Não podes dar-me o que é meu.
(...)
A corja que nos ROUBA esquece-se, sempre se esqueceu......que ao operário tudo lhe é devido!!!

Desvios???



Pela mão do ministro das Finanças, o Conselho de Ministros informal, sem gravata, do dia 18 de Dezembro discutiu os «desvios» que o próprio Vítor Gaspar identificou no Orçamento do Estado (OE) para 2012, aprovado em versão final três semanas antes no Parlamento.
O ministro distribuiu um documento aos seus pares onde, parágrafo a parágrafo, a fragilidade do OE-2012 torna-se evidente. «O Orçamento do MEC [Ministério da Educação e Ciência] prevê poupanças em despesas com pessoal na ordem dos 100 milhões de euros, ainda não especificadas. Mesmo considerando estas poupanças e a utilização integral da reserva da Educação, estima-se uma suborçamentação das despesas com pessoal», lê-se no documento.
Esta notícia espanta-me, ou pensando melhor, talvez não!!!
Aos fanfarrões ignóbeis acontece-lhes sempre o mesmo....
A fábula da rã e do boi...
Então, o senhor TODO competente, zombie, do Gaspar pode lá ter criado (gerado) um monstro, um Orçamento de Estado com....desvios???
Pode lá ser???
A competência onde está???
Pois é, pela boca morre o peixe!!!
Já agora, será um desvio COLOSSAL????
Pobreza de espírito.

Investigação rima com MILHÃO!!!

A Polícia Judiciária....investiga....DIZEM!!!

Provedor do povo, então não é??


 
 

Por que será......


Os que nos ROUBAM são os mesmos que dizem que não há dinheiro.

De acordo!!

Mais e mais do mesmo.....


Esta «dama» irrita-me solenemente....
Desde logo pela vozinha de «menina virgem» que parece que não parte um prato e...pimba!!!
Aquele ar evangélico de menina prendada que não falta à catequese do padre Marcelo e, que gosta de ir à sacristia papar hóstias, não me agrada.
Depois, pela forma triunfal como se guindou ao lugar de presidente....da Assembleia da República (AR), parecia uma pugilista que tinha ganho um combate.
Aquele agradecimento com as mãos naquela posição triunfal...não sei não!!!
Mas, há mais...
Agora, descobriu-se que a dama já tinha uma reforma....que junta ao ordenado de presidente da AR!!!.
Pois é...
Ela é loira, mas de burra não tem nada ...
Para quem não sabe aqui fica o «curriculum» da dama...
Assunção Esteves (PSD), a actual Presidente da Assembleia da República, reformou-se aos 42 anos, com a pensão mensal (14 vezes ano) de € 2 315,51 .
Fica o Diário da República de 30/07/1998 para vossa informação.
Para que saibam ainda, a Senhora Assunção Esteves recebe ainda de vencimento mensal (14 vezes ano) € 5 799,05 e de ajudas de custas mensal (14 vezes ano) € 2 370,07.
Aufere, portanto, a quantia anual de € 146.784,82.
Ou seja, recebe do erário público, a remuneração média mensal de € 12.232,07 (Doze mil, duzentos e trinta e dois euros, sete cêntimos) .
Também tem direito a uma viatura oficial BMW a tempo inteiro!
Motorista e gasolina!!!
E vem o  IDIOTA  do Coelho sacar subsídios e pedir sacrifícios aos funcionários públicos e pensionistas!!!
TODOS SÃO IGUAIS PERANTE OS SACRIFÍCIOS????
ALDRABICE.....  GRANDE ALDRABICE!!!
Sempre a pedirem-nos sacrifícios e  " Eles "  e  " Elas " a receberem reformas, salários, subvenções vitalícias .
Se um cidadão anónimo, aquele que paga os impostos para esta escumalha ter a «boa vida»,  tem de trabalhar 40 anos (ou  mais) e só tem direito a uma pequena reforma, porque é que eles ao fim de oito anos de serviço já têm direito a reformas gordas?
Basta de nos tratarem como atrasados mentais!!!

quinta-feira, janeiro 26, 2012

Virilidade..........verbal!!!

Hoje lembrei-me, vá-se lá saber porquê, desta notícia....
Quartel da GNR, 4 de Agosto de 2009: cabo da Guarda solicita troca de serviço. Superior hierárquico opõe-se. O militar argumenta: Vá pró caralho. Acusado do crime de insubordinação, o cabo escapa a julgamento por decisão do juiz do Tribunal de Instrução Criminal. A hierarquia recorre. O Tribunal da Relação de Lisboa decide:
«[...] A utilização da expressão não é ofensiva, mas sim um modo de verbalizar estados de alma [...] pois tal resulta da experiência comum, que caralho é palavra usada por alguns (muitos) para expressar, definir, explicar ou enfatizar toda uma gama de sentimentos humanos e diversos estados de ânimo. Por exemplo pró caralho é usado para representar algo excessivo. Seja grande ou pequeno de mais. Serve para referenciar realidades numéricas indefinidas: chove pra caralho..., o Cristiano Ronaldo joga pra caralho... [...] não há nada a que não se possa juntar um caralho, funcionando este como verdadeira muleta oratória.»
O juiz-desembargador Calheiros da Gama e o juiz militar major-general Norberto Bernardes corroboraram a decisão do juiz de instrução de não levar o cabo a julgamento. Virilidade verbal, dizem eles.
Já sabe se @ chefe o aborrecer e ripostar com um «vá pró caralho» não é crime......apenas e tão só «virilidade verbal»!!!

Uma Seabra, dita Zita!!!

No programa do gorduroso do Crespo quem foi o artista convidado?
Não, hoje não foi o Paulo Portas ou outro qualquer ministro....
Hoje convidou a social-democrata, desde pequenina, Zita Seabra!!!
Já só ouvi a ditosa e putativa senhora na parte final da entrevista....
Mas, ainda ouvi a «dama» a dar os «parabéns» a patrões, governo e à UGT que conseguiram MELHORAR, palavras da Zita, o acordo da troika através do acordo da concertação.
Melhorar????
Se a dona Zita diz que melhoraram, uma intelectual da sua estirpe, os óculos ficam-lhe mesmo mal, com coluna vertebral igual à da minhoca que terei eu simples mortal a acrescentar? Nada!!
Percebido.
A dama estava a falar na óptica de empresária, claro só pode!!!
A dona Zita mandou às urtigas os direitos dos trabalhadores......
Que rica esta dona!!!
E, continuou a dona Zita, no seu papel de empresária, a defender a criação de emprego por parte dos empresários.
«Náo será o estado através das empresas municpais a criar mais emprego», rematou a dona.
Muito bem dona Zita.
Mas, saberá a dona, já que falou em empresas municpais, que a câmara que mais empresas municpais tem criadas é a do «companheiro» de partido, o senhor Luís Filipe Menezes.
Sabia??
Não a dona nunca sabe nada!!
A única coisa que sabe é falar do que não sabe, como sempre o fez.
ENOJA-ME, sabia???
A mim e a milhões de portugueses que sabem como a dona «conseguiu» o seu emprego...
Governe-se e de-se a governar....longe e largo!!!

Devagar, devagarinho e...paradas!!!!

A nossa língua ......e os erros


Cuidado com os erros.....

Pensamento

«No estado em que se encontra o País, os homens inteligentes que têm em si a consciência da revolução - não devem instruí-lo, nem doutriná-lo, nem discutir com ele - devem farpeá-lo».
Eça de Queiroz.

Amocha BURRO!!!

Madeira quer 2,5% das privatizações de TAP, CTT e ANA!!! Pouco ou nada se sabe do «acordo» final!!!
O que se vai sabendo é a conta-gotas, como convém!!!
Não levantar muito barulho....
A ser verdade esta notícia, Jardim fez amochar Coelho e Gaspar....e saltou-lhes para o costado.
Agora é só dar às esporas.....
Arre BURROS!!!!
Sempre defendi que a haver custos de insularidade, também deveriam existir custos de interioridade.
Só que uns são cavalos e outros burros....os bacocos representantes dos círculos eleitorais do interior.
Mais interessados em se mostrarem e passearem os fatos que deixaram de comprar ao alfaiate lá da «sua» vila, em troca dos comprados na capital...mesmo numa loja de loureiro à porta....
Coisas da arte  de bem cavalgar toda a sela......

Mais e mais do mesmo



Quando foi do corte do 14.º mês, subsídio de natal, não esperaram muito e vai de publicar, principalmente ROUBAR.
Agora, para publicarem a tabela do IRS, de retenção da fonte, está quieto, que isso obrigava a que os gatunos tivessem de dividir por 12 e não por 14, logo o vencimento do mês de Janeiro teria ...uns pozinhos a mais...poucos mas, TEM o DIREITO a RECEBÊ-LOS.
ROUBAM-NOS E AINDA FINANCIAMOS A ESCUMALHA.....
ROUBO.
Que leva um ministro da finanças, o tal Gaspar, a não publicar a tabela em Diário da República???
O mesmo de sempre.....
ROUBO........

Qualidade não rima com governo

Depois dos milhões doados às Misericórdias, para realizarem a caridadezinha, eis que o ministro da «lambreta» prepara-se, para abdicar de todos os requisitos que a lei impõe, para a abertura de lares e centros de dia.
Para, pasme-se, aumentar de qualquer forma o número dos lares e centros de dia e desta forma dar a possibilidade de as Misericórdias ganharem milhares á custa dos mais frágeis.
Foi assim, com o aumento do número de crianças nos infantários e creches.
Como???
Amontoando as crianças em salas sem condições e dando a possibilidade de as Misericórdias ganharem mais e mais sem quaisquer fiscalizações.
Isso mesmo, pois a primeira medida do ministro «lambreta» foi PROIBIR a ASAE de fiscalizar as cozinhas daquelas instituições.
Não se admire com o facto do preço das refeições ter baixado...
A razão é simples:PIOR QUALIDADE E COM CONFECÇÃO DUVIDOSA!!!

A imaginação deste povo é um caso sério...pena é ser só na imaginação!!!

FABULOSA INTERPRETAÇÃO 

Descobriu-se agora o significado da palavra P.O.R.T.U.G.A.L.:

País Onde Roubar, Tirar, Usurpar, Gamar e Aldrabar, é Legal !!!!

O Império



Já aqui escrevemos qual o destino a dar ao edifício da antiga Pousada da Juventude, na Guarda.
A tomada de posse, do mesmo pela família Raimundo.
Ora, se não acreditam expliquem-me o significado desta placa no frontispício do Instituo Português da Juventude (IPJ), delegação na Guarda?
Nós vamos apresentar a placa situada por cima da porta de entrada do IPJ, delegação na Guarda.
Ora cá está ela:


Ainda querem fazer crer que é invenção nossa???
Esperem pela volta.
A Avenida Alexandre Herculano bem que vai mudar de nome com tanto edifício a pertencer à família.
Avenida Raimundo de certeza.
Já agora que ficaram com o «bacalhau» por que razão não ficam com o antigo Grémio???
Desembarque das batatas!!!

A nova solução...económica

Depois dos pasteis de nata, dos pasteis de bacalhau, dos frangos de churrasco e.....das punhetas de bacalhau será esta a nova tentativa de lançar a economia portuguesa???
Que dirá um tal de Álvaro, ministro da economia???
Guardada  Aqui a solução económica.
Tinha de estar escondida dos alemães, americanos, japoneses e, principalmenmte dos chineses que emitam sempre tudo.

A frase


"Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente.  E pela mesma razão."
EÇA DE QUEIROZ

A morte da múmia


Os «amigos», TODOS eles, com mais e mais valias, rendimentos que o chefe, o padrinho???
Onde já se viu tal???

quarta-feira, janeiro 25, 2012

A nossa literatura

Inéditos de Fernando Pessoa sobre sebastianismo e Quinto Império são publicados quinta-feira!! Finalmente uma boa notícia. A não perder.

Mas que «justiça»???

Ministério Público pediu prisão de Isaltino Morais duas vezes desde Novembro de 2011!!!
Processo regressou ao Tribunal de Oeiras e já nada impede a juíza de decidir se manda prender o autarca. A questão está em saber se parte dos crimes já prescreveu.
Eheheheh!!!
Claro só podia......
O Tribunal de Oeiras deverá decidir dentro de dias se o procedimento criminal contra Isaltino Morais prescreveu parcialmente a 4 de Novembro, como diz o arguido, ou se o manda prender, como já pediu o Ministério Público (MP) por duas vezes desde Novembro.
PRENDER????
Quem????
O cavalo do D. José??? Só pode!!!
Mas que farsa.
Justiça para ricos e...pobres, não é verdade senhora Dona Teixeira da Cruz, putativa ministra da «Justiça», em Portugal, de um governo Psd+Cds, chefiado por um Coelho!!!
Como gosto desta hipocrisia podre!!!

A petição a exigir a demissão do senhor Silva

Concorde-se ou não com a questão formal da petição, há no entanto, alguns aspectos que importa desde já esclarecer.
Um tem a ver com a afirmação do senhor Negrão dizer que a petição é de «objecto impossível», dado que «a constituição não o permite».
Então pergunta-se: que dizem os constitucionalistas a esta impossibilidade invocada pelo senhor Negrão, em comparação com os cortes nos vencimentos e nas reformas dos portugueses???
Pois é....
Em frente...
Diz ainda o senhor Negrão que o presidente da República "só pode ser demitido por si próprio, renunciando, ou em caso de morte ou incapacidade".
Pois aqui é que o senhor Negrão tem total razão. Pois pode e deve-se invocar «incapicidade» para o cargo, ou na vossa linguagem light, não tem perfil para o lugar!!!
E, depois, acrescenta o senhor, "o presidente da República não responde perante nenhum outro órgão de soberania"!!
Ora cá está a República transformada numa monarquia!!!
Senhor Negrão, o presidente da República dado que é o único a ser eleito por sufrágio directo dos portugueses responde perante eles!!!
Percebeu???
E, no caso presente, o actual presidente FALTOU AO RESPEITO AOS PORTUGUESES.
Logo, o aspecto material da petição justifica-se e de que maneira.
Motivo mais que suficiente para o senhor Silva apanhar os primeiros patins e partir...bem longe!!!

A «Hossana» de um governo

O subsídio de desemprego chega apenas a um em cada dois desempregados.
Em Dezembro, estavam inscritas nos Centro de Emprego 605 134 pessoas sem trabalho e destas 288 mil não tinham apoio social.
É um novo máximo histórico.
Que grande vitória para o governo Psd + Cds!!!
O cruzamento dos dados entre o número de desempregados inscritos nos centros de emprego e as pessoas que estão a receber subsídio de desemprego (o inicial ou os subsequentes) mostra que em Dezembro contavam-se 288 mil pessoas fora deste esquema de protecção social, um número nunca antes atingido.
Em apenas um mês, subiu em 14 mil o número de desempregados sem subsídio de desemprego.
Este é o efeito imediato das políticas sociais do governo do Coelho.
Numa situação de desemprego e sem subsídio e, sem quaisquer perspectivas de encontrar emprego, que futuro?
A «caridade» das Misericórdias?
A «sopa dos pobres» das instituições apoiadas aos milhões pelo ministro da lambreta?
RESIGNAÇÃO NUNCA.
REVOLTA E INDIGNAÇÃO!!!

Bacocos

A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, admitiu que Portugal ainda tem uma justiça para ricos e uma para pobres, defendendo, no entanto, que "há um fim de estado de impunidade que se pré-anuncia".
Ao que chega a hipocrisia.
O senhor bastonário dos advogados já disse o mesmo.
Ao menos seja «original».
O que já fez esta «dama» para alterar o estado de sítio da justiça em Portugal?
NADA!!!
Reduza-se à sua insignificância dona «Da Cruz»!!!

Parabéns a um ídolo


Eu estive lá e vi-o jogar.
O meu ídolo de futebol de sempre.
Vi-o marcas golos de mestria e de antologia.
Por tudo o que fizeste, para que um um povo sonha-se, em especial no ano de 1966, naquele mundial de futebol, em Inglaterra, OBRIGADO Eusébio.
Parabéns neste dia tão especial.

Carta Aberta a um Silva

Uma carta aberta, com destinatário conhecido, agora dito pobre ...mas envergonhado!!!
Veio tentar dar o dito por não dito.
Ainda por cima coitado.....
Ainda por cima, depois de tanta crítica, não soube ter coluna vertebral...quebrou...mas quebrou mal...
Sintoma triste dos FRACOS!!!
Aqui fica mais uma carta que define BEM o zombie que é um Silva.
De verdade só houve um Silva digno desse nome...o António Silva, que nos fazia rir quando nos apetecia chorar por um país amordaçado.
Este Silva mete nojo.....
Um dia fizeram-no presidente, como tantos outros o foram, nesta dinastia republicana.
Que saudades de homens da estirpe de um Manuel de Arriaga....
Um dia havemos de voltar a ter um...eu acredito!!!

«Senhor Presidente

Há muito muito tempo, nos dias depois que Abril floriu e a Europa se abriu de par em par, foi V.Exa por mandato popular encarregue de nos fazer fruir dessa Europa do Mercado Comum, clube dos ricos a que iludidos aderimos, fiados no dinheiro fácil do FEDER, do FEOGA, das ajudas de coesão e mais liberalidades que, pouco acostumados,  aceitámos de olhar reluzente, estranhando como fácil e rápido era passar de rincão estagnado e órfão do Império para a mesa dos poderosos que, qual varinha mágica, nos multiplicariam as estradas, aumentariam os direitos, facilitariam o crédito e conduziriam ao Olimpo até aí inatingível do mundo desenvolvido. Havia pequenos senãos, arrancar  vinhas, abater barcos, não empatar quem produzisse tomate em Itália ou conservas em Marrocos, coisa pouca e necessária por via da previdente PAC, mas, estando o cheque passado e com cobertura, de inauguração em inauguração, o país antes incrédulo, crescia, dava formação a jovens, animava a construção civil , os resorts de Punta Cana e os  veículos topo de gama do momento. Do alto do púlpito que fora do velho Botas, V.Exa passaria à História como o Modernizador, campeão do empreendedorismo, símbolo da devoção à causa pública, estóico servidor do povo a partir da marquise esconsa da casa da Rua do Possôlo. Era o aplicado aluno de Bruxelas, o exemplo a seguir no Mediterrâneo, o desbravador do progresso, com o mapa de estradas do ACP permanentemente desactualizado. O tecido empresarial crescia, com pés de barro e frágeis sapatas, mas que interessava, havia  pão e circo, CCB e Expo, pontes e viadutos, Fundo Social Europeu e tudo o que mais se quisesse imaginar, à sombra de  bafejados oásis  de leite e mel,  Continentes e Amoreiras, e mais catedrais escancaradas com um simples cartão Visa.
Ao fim de dez anos, um pouco mais que o Criador ao fim de sete, vendo a Obra pronta, V.Exa descansou, e retirou-se. Tentou Belém, mas ingrato, o povo condenou-o a anos no deserto, enquanto aprendizes prosseguiam a sanha fontista e inebriante erguida atrás dos cantos de sereia, apelando ao esbanjamento e luxúria.
No início do novo século, preocupantes sinais do Purgatório indicaram fragilidades na Obra, mas  jorrando fundos e verbas, coisa de temerários do Restelo  se lhe chamou. À porta estava o novo bezerro de ouro, o euro, a moeda dos fortes, e fortes agora com ela seguiríamos, poderosos, iguais. Do retiro tranquilo, à sombra da modesta reforma de servidor do Estado, livros e loas  emulando as virtudes do novo filão foram por V.Exa endossados , qual pitonisa dos futuros que cantam, sob o euro sem nódoa, moeda de fortes e milagreiro caminho para o glorioso domínio da Europa. Migalha a migalha, bitaite a bitaite, foi V.Exa pacientemente cozendo o seu novelo, até que, uma bela manhã de nevoeiro, do púlpito do CCB, filho da dilecta obra, anunciou aos atarantados povos estar de volta, pronto a servir. Não que as gentes o merecessem, mas o país reclamava seriedade, contenção, morgados do Algarve em vez de ostras socialistas. Seria o supremo trono agora, com os guisados da Maria e o apoio de esforçados amigos que, fruto de muito suor e trabalho, haviam vingado no exigente mundo dos negócios, em prol do progresso e do desenvolvimento do país.
Salivando o povo à passagem do Mestre, regressado dos mortos, sem escolhos o conduziram a Belém, onde petiscando umas pataniscas e bolo-rei sem fava, presidiria, qual reitor, às traquinices  dos pupilos, por veladas e paternais  palavras ameaçando reguadas ou castigos contra a parede. E não contentes, o repetiram segunda vez, e V. Exa, com pungente sacrifício lá continuou aquilíneo cônsul da república, perorando homilias nos dias da pátria e avisando ameaçador contra os perigos e tormentas que os irrequietos alunos não logravam conter. Que  preciso era voltar à terra e ao arado, à faina e à vindima, vaticinou V.Exa, coveiro das hortas e traineiras; que chegava de obras faraónicas, alertou, qual faraó de Boliqueime e campeão do betão;  que chegava de sacrifícios, estando uns ao leme, para logo aconselhar conformismo e paciência mal mudou o piloto.
Eremita das fragas, paroquial chefe de família, personagem de Camilo e Agustina, desprezando os políticos profissionais mas esquecendo que por junto é o profissional da política há mais anos no poder, preside hoje V.Exa ao país ingrato que, em vinte anos, qual bruxedo ou mau olhado, lhe destruiu a obra feita, como vil criatura que desperta do covil se virou contra o criador, hoje apenas pálida esfinge, arrastando-se entre a solidão de Belém e prosaicas cerimónias com bombeiros e ranchos.
Trinta anos, leva em cena a peça de V.Exa no palco da política, com grandes enchentes no início e grupos arregimentados e idosos na actualidade. Mas, chegando ao fim o terceiro acto, longe da epopeia em que o Bem vence o Mal e todos ficam felizes para sempre, tema V.Exa pelo juízo da História, que, caridosa, talvez em duas linhas de rodapé recorde um fugaz Aníbal, amante de bolo-rei e desconhecedor dos Lusíadas, que durante uns anos pairou como Midas multiplicador e hoje mais não é que um aflito Hamlet nas muralhas de Elsinore, transformado que foi o ouro do bezerro em serradura e  sobrevivendo pusilâmine como cinzento Chefe do estado a que isto chegou, não obstante a convicção, que acredito tenha, de ter feito o seu melhor.
Respeitoso e Suburbano,  devidamente autorizado pela Sacrossanta Troika

António Maria dos Santos
Sobrevivente (ainda) do Cataclismo de 2011»

A razão

Um cidadão português, em Beja, foi duas vezes ao Hospital.
Na primeira vez, quando saiu apanhou um táxi para o transportar a casa.
No caminho, sentiu-se mal e o taxista parou o carro e chamou o INEM.
Foi de novo levado às urgências.
Ao fim de mais exames é dada alta ao cidadão português.
Passadas algumas horas o cidadão é encontrado MORTO no parque de estacionamento do Hospital.
Até pode ser que a morte tenha tido causa «natural».
O que já não é natural é um Ministério Público ter abdicado da autópsia ao cidadão.
ESTRANHO!!!
Ou talvez não...é que o Hospital «abriu» um inquérito!!!!
Pois, e vai daí prescindiu-se da autópsia.
PERCEBIDO!!!

PARE, ESCUTE E OLHE



TRÂNSITO - Atenção ao NOVO SINAL H43 . . . multas à vista...

Já aqui o denunciámos...mas este povo anda distraído...preocupado!!!
Em vigor desde Janeiro 2012
Nova fonte de rendimento (ROUBO ao cidadão incauto).....
Atenção ao H43.
E o que tem este símbolo de especial?
Segundo o DR indica que uma via tem detectores de "Velocidade Instantânea" ou seja, o vosso identificador VIA VERDE /DEM serve para dar indicação ao RADAR dos seguintes dados: Matrícula e Velocidade da viatura.
A diferença de tempo de passagem entre dois sensores indica ao sistema a velocidade a que transita a viatura.
Exemplo: 40 metros entre os dois sensores - o carro passou por eles em 1segundo = 144 km/ h = Multa Imediata.
Para passar pelo RADAR à velocidade de 120Km/h deverá demorar 1,2 segundos a percorrer os 40 metros. ETC
Sendo assim fica aqui o aviso e caso queiram consultar foi publicado no Diário da Républica Nº 02/2011
A intenção não era esta, mas chegaram à conclusão que com um tiro matam dois coelhos.
O estado precisa de dinheiro. Muito dinheiro!!!!.
Logo, não lhes chega roubarem nos vencimentos, reformas, taxas moderadoras, impostos, transportes, IVA, IMI e tudo mais ....ainda faltava mais esta!!!
ROUBAR PARA A ESTRADA, só podia. 

Poema

Surge Janeiro frio e pardacento
Descem da serra os lobos ao povoado;
Assentam-se os fantoches em S.Bento...
E o Decreto da fome é publicado.

Edita-se a novela do Orçamento;
Cresce a miséria ao povo amordaçado;
Mas os biltres do novo parlamento
Usufruem seis contos de ordenado.

Enquanto a fome o povo se estiola,
Certo santo pupilo de Loyola,
Mistura de judeu e de vilão
Também fez o pequeno "sacrifício"
De trinta contos - só! - e por seu oficio
Receber, a bem dele ... e da nação.

 José Régio em 1969

terça-feira, janeiro 24, 2012

Bem que se avisou....

Artigo americano fala em novo resgate para Portugal.
Segundo o Wall Street Journal, cresce a ideia de que Portugal não conseguirá ir aos mercados em 2013 e a frustração dos políticos portugueses é cada vez maior. Portugal pode necessitar de um segundo resgate e crescem os receios de que não consiga regressar aos mercados no próximo ano. Este é, em síntese, o teor a notícia publicada na edição de hoje do Wall Street Journal. Segundo a publicação americana, o FMI poderá exigir a Portugal novas condições para garantir ajuda adicional, caso se torne claro que o país não conseguirá regressar aos mercados em 2013.
Segundo o WSJ, "em Lisboa, membros do governo e políticos estão cada vez mais frustrados, pois cumprir os termos do resgate pode não ser suficiente para acalmar os mercados".
O ex-ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos é citado no artigo: "O drama é que nós podemos fazer o nosso trabalho exactamente como é exigido e, se a Europa não responder de forma adequada, pode ser tudo em vão".
O autor do artigo reconhece que Portugal tem grandes diferenças em relação à Grécia, mas existe uma semelhança: o programa de ajuda externa partiu do princípio de "que a economia ia melhorar muito e demasiado depressa"
JÁ ALGUÉM AVISOU QUE ESTA AUSTERIDADE E ESTA DÍVIDA NÃO IRIA CONDUZIR-NOS A NENHUMA SOLUÇÃO DE CRESCIMENTO.
Agora, os «Hossana» que cantem como a cigarra....
Como vão eles explicar o DESASTRE TOTAL???
Com mais e mais austeridade até à POBREZA TOTAL.

Afinal há uns mais IGUAIS...

Governo mantém férias de 25 dias para 54 mil bancários!!!
Compromisso entre a UGT, os patrões e o governo  não pode tocar no tempo de férias dos funcionários da banca.
Cerca de 54 mil trabalhadores e 27 mil reformados do sector bancário serão menos sacrificados que os restantes empregados e pensionistas portugueses graças aos acordos assinados nas últimas semanas entre os sindicatos da UGT e o Governo.
São 81 mil casos.
O compromisso obtido na semana passada na Concertação Social não toca no direito a 25 dias de férias de todos os trabalhadores da banca. O acordo fez cair o acréscimo de até três dias de férias por assiduidade, conferido pelo Código do Trabalho de 2003, da autoria de Bagão Félix, mas isso não se aplicará aos bancários. Estes nunca tiveram a majoração (tiveram sempre 25 dias de descanso), dizem os acordos do sector. Em 2011, a convenção sectorial abrangia 54 360 trabalhadores em 28 empresas. Os 27 mil reformados que passaram para a Segurança Social mantêm os subsídios.
Afinal os sacrifícios não são para TODOS!!!
Cavaco já podes ter as tuas férias......
Quem chora...SEMPRE MAMA!!!!
HIPÓCRITAS!!!

Políticas de pobreza

Cerca de 3300 alunos já cancelaram a sua inscrição no ensino superior desde o início deste ano lectivo. Os dados dizem respeito a apenas a metade das universidades, ainda que estejam contabilizadas as maiores instituições.
As dificuldades económicas dos estudantes estão na base de muitas das desistências, reconhecem os responsáveis académicos.
A dificuldade de acesso a bolsas de estudo e o aumento das propinas criam ainda mais problemas, alertam as associações estudantis.
A respeito de bolsas, importa referir, que neste momento, ainda há muitos alunos que não receberam quaisquer apoios em termos de bolsas.
Estes 3300 abandonos representam um aumento de 6% face ao registado em igual período do ano passado nas mesmas instituições.
Os dados foram recolhidos unto de sete universidades, metade da oferta nacional, mas incluem as maiores academias.
Só a Universidade de Lisboa concentra mais de um quarto das desistências.
Na Clássica, 870 estudantes pediram o cancelamento da matrícula desde Setembro, um número que é considerado pelos responsáveis da instituição como "ligeiramente superior" face ao registado há um ano.
Fica-se à espera dos números do cancelamento de matrículas no final do ano, pois a crise vai apertar e de que maneira.....a juntar a todas as dificuldades já determinantes no abandono escolar ter em conta o aumento, já anunciado, dos transportes.
De referir que muitos destes abandonos têm igualmente como causa a alteração das regras de atribuição dos escalões, incluindo, em muitos casos, familiares maiores, que que já trabalham, mas que contam para o cálculo do rendimento familiar...... 
E quanto aos outros graus de ensino???
Esperam-se os números se é que alguma vez os iremos obter.... 
Aguarde-se....
Quando há, a acrescentar a TODOS os problemas sociais, ainda prepotências de certos figurantes que se acham donos das instituições, impossibilitando que, jovens que pela cor da pele, ou de etnia,  possam usufruir de certos apoios, com a complacência dos hierárquicos, então TUDO é mais GRAVE....  .
Só que os responsáveis fecham os olhos... E CALAM-SE, E TUDO PERMITEM.... 
Em pleno século XXI, num país da Europa,´a cor da pele e a etnia DETERMINAM o ABANDONO ESCOLAR!!!!
O que eles querem é uma sociedade de analfabetos, dependentes e deliquentes para a seu belo prazer praticarem, a caridadezinha, a violência e a exploração da mão-de-obra....
Um cidadão que não conhece os seus direitos é o que eles desejam....

Mais e mais do mesmo....

Portugal campeão da desigualdade.
Portugal tem uma desigualdade de rendimentos maior do que a média da União Europeia (UE).
E, dentro do País, a disparidade consoante as regiões é enorme.
Só que estes dados referem-se a ...2009!!!
AGORA....BEM DIFERENTES PARA PIOR....
Portugal é também o campeão da UE em termos de risco de pobreza, que afecta 17,9 por cento da população, percentagem que subiria para 26,4 sem as prestações sociais concedidas pelo Estado.
O risco de pobreza consiste na proporção de população com rendimento abaixo de 60% do rendimento mediano.
Também por regiões o País apresenta valores de uma desigualdade preocupante.
Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região «mais» desenvolvida.....e, também a que continua a receber mais e mais apoios comunitários...vá-se lá entender tal....
Esta é a equidade social que uns quantos, da boa pança, enchem a boca.....
Pois, os bolsos já eles os têm cheios e, bem cheios..... 

E...as acções......pois é!!!

Os iguais.....mais ROUBOS!!!


O senhor Passos disse, recentemente, que os sacrifícios são iguais para todos...
OLHE QUE NÃO SENHOR PASSOS!!!
HÁ UNS QUE NÃO SÃO IGUAIS, E OUTROS MAIS IGUAIS AINDA...
Pois é.....os pares!!
Agora não se chama subsidio de féris ou de natal, nem tão pouco 13.º e 14.º mês...
AGORA CHAMA-SE ABONO SUPLEMENTAR PARA OS IGUAIS!!!
MAS  QUEM NÃO SE REVOLTA CONTRA ESTA PULHICE, GATUNAGEM???
COBARDES QUEM SE CALA!!!

Vale a pena ver...se não quiser problema seu....


A «crise» de que tanto se fala começou assim.
Importante saber!!!

A Guarda cada vez mais uma aldeia


A cidade da Guarda continua, penosamente, a fazer o caminho para passar de capital de distrito a uma aldeia que, numa outra qualquer reforma administrativa, será provavelmente agregada.
Mas, isso será na reforma dos sobrinhos do Relvas.
Até lá, acaba tudo.
Agora soube-se que a Pousada da Juventude vai ENCERRAR.
Isso mesmo, ENCERRAMENTO!!!
Dizem os «iluminados» que a pousada não tem viabilidade económica...pouca ocupação.
Ora se tais iluminados tivessem dois dedos de testa, coeficiente de inteligência superior ao da galinha, saberiam que tudo funciona como se de um dominó se tratasse.
Ou seja, para quem não sabe ou não conhece o efeito dominó, basta que uma peça caia e...todas as ouras por contacto vão, igualmente, cair.
Percebem???
Difícil, admito, para acéfalos!!!
O executivo da câmara tentou evitar o encerramento...dizem!!!
Só que, às vezes parece que se quer tentar modificar o rumo dos acontecimentos para que TUDO, MAS TUDO fique exactamente na mesma!!!
Pois é...aparências!!!
Quem pode acreditar que os mesmos senhores que «venderam» o Hotel Turismo da Guarda, estejam minimamente interessados em que uma estrutura como a Pousada da Juventude se mantenha aberta?
Como pode uma câmara exigir que uma Pousada da Juventude se mantenha aberta quando se cortam os subsídios a casas da cultura do concelho? E, muitos outros exemplos haveria que provar que a melhor forma de agir é parecer que se faz, deixando que tudo termine.
Mas, para aqueles que julgam que o encerramento da Pousada é algo que tem a ver com motivos financeiros desenganem-se, o futuro da Pousada, ou seja. o futuro das instalações já está assegurado.
Por isso a vontade da câmara no «agarrem-me senão bato-lhe»!!!
Ora, quem haveria de ser o destinatário das instalações??
Nada mais nada menos que a família Raimundo.
Exactamente, João Raimundo e Marília Raimundo (JM&R), sócios da câmara da Guarda na Ensiguarda (cooperativa particular de ensino profissional), querem as instalações para acomodarem os alunos da «sua» escola!!!
Ora cá está o que ninguém diz!!!!
Depois da cedência de terrenos públicos e a aquisição e, posterior cedência de instalações, para construírem todo o complexo da Fundação Augusto Gil, infantário/creche, lar para reformados ricos, escola profissional eis que o império de JM&R quer alargar-se em parceria com a câmara da Guarda.
Ora cá está a razão do «agarrem-me antes que lhe bata»!!!
Um império construído com a ajudinha preciosa de um executivo camarário que a tudo cede à família  em questão!!!
Recordar que JR (João Raimundo) foi inclusive, agraciado com direito a medalha, pelo ex governador civil, Santinho Pacheco, o das cabras!!!
Condecoração que mereceu, e muito bem, o comentário astuto e pertinente de Mota da Romana, que disse que o senhor governador era como aqueles passageiros que só conhecem as terras da janela do comboio!!
Brilhante Mota da Romana.
Brilhante a todos os níveis, incluindo aquele que, como nós, temos memória e nos lembramos da Guarda a ferro e fogo, com listas negras de nomes a abater por um tal de Trancoso...
Pois é...temos memória!!!
Para não falar do processo do IPG (Instituto Politécnico da Guarda) sua génese e de um «director», JR, e de uma secretária de estado da educação MR (Marília Raimundo) casamento perfeito, para ligações imperfeitas...
Os tempos do terror que agora são esquecidos pela anuência de uma câmara......enlatada!!!
Agora não é só a câmra, são-no também os correligionários de partido PSD, (será que já não são correligionáros???) que lhe vão ofertar a pousada para residência dos estudantes da Ensiguarda.
Para mais tarde recordar......